Título: Qualidade de ninho, ganho de peso dos láparos e custo do uso da maravalha como substrato de nidificação de coelhas

Autore(s):: Kassy Gomes da Silva, Isabella Rotta, Leandro Batista Costa, Cristina Santos Sotomaior
Resumo

O fornecimento de ninho com substrato é importante como medida de manejo pré-parto da coelha gestante. Diversos materiais são utilizados como substrato, variando com a disponibilidade na região. Além de ser acessível ao produtor, o substrato precisa atender às necessidades de bem-estar animal, tanto da coelha quanto da ninhada. O objetivo do presente estudo foi avaliar a maravalha como alternativa ao feno como material de nidificação para coelhas, quanto aos índices zootécnicos dos láparos, qualidade de ninho e custo-benefício ao produtor. O experimento foi conduzido com 24 coelhas Nova Zelândia Branco, separadas em dois tratamentos, com 12 repetições cada, sendo eles: feno (controle) e maravalha. Os dados avaliados foram: qualidade de ninho [pré-parto (QNPRE) e pós-parto (QNPOS)], ganho de peso diário (GPD) e mortalidade dos láparos e custo-benefício (R$/ ninho e R$/ láparo desmamado). Não houve diferença significativa para os parâmetros de QNPRE, QNPOS, GPD e mortalidade, do nascimento ao desmame, entre os tratamentos. Não houve correlação entre QNPOS e mortalidade entre o 2º e 10º dia de vida. A maravalha apresentou maior custo por ninho e por láparo desmamado. A maravalha pode ser utilizada como substrato de nidificação para coelhas, porém o acesso e o custo regional dos substratos podem ser utilizados pelo produtor como determinantes da escolha do material a ser utilizado na granja.

Data de publicação:: Quarta, 19 Mai 2021
Disponível em:: http://www.rbc.acbc.org.br/images/Qualidade_do_ninho.pdf
Palavras-chave:: feno, láparo, ninho, Oryctolagus cuniculus
Published in Volume 19, n. 1, 2021